terça-feira, 14 de maio de 2013

A Verdadeira História de João e Maria


Essa por si só já é assustadora, afinal, um pai que larga os filhos na floresta para morrer de fome não é lá o tipo de coisa que se lê para crianças certo.

A versão conhecida de Hansel e Gretel, fala de duas criancinhas que ficam perdidas na floresta, até encontrar seu caminho para uma casa de gengibre e doces que pertence a uma bruxa. As crianças acabam escravizados por um tempo em que a bruxa as prepara para comer. Eles encontram a saídas, atiram a bruxa no fogo e fogem.

Na versão francesa anterior deste conto (Chamado The Lost Children - As Crianças Perdidas), em vez de uma bruxa, temos um demónio. Agora o demónio é enganado pelas crianças (da mesma forma que Hansel e Gretel), mas resolve isso e põe um chicote para fazer uma criança sangrar (isto não é um erro - ele realmente faz isso). As crianças fingem não saber como chegar ao chicote portanto a mulher do demónio demonstra. Enquanto ela está deitada, as crianças cortam a sua garganta e escapam.

 Eu dei uma pesquisada na versão francesa e encontrei algumas versões diferentes para a história, em uma delas a madrasta má pressiona o marido a largar seus filhos na floresta, coincidentemente essa madrasta é também a bruxa malvada. A outra versão é a mãe mesmo e ao invés de uma bruxa malvada, temos um casal de demônios.

Ao invés de uma casa feita de doces, João e Maria encontram na verdade uma casa repleta de riquezas, a história continua normal, como conhecemos, as crianças são pegas, escravizadas por um tempo até o ponto para serem comidos. No dia que eles seriam cozinhados, o demônio sai, algumas versões dizem que é para uma caminhada, em outras que ele foi buscar outros temperos, a demônia resolve então adiantar a refeição e pede para Maria colocar João no cavalete, em outras versões é dentro da panela, os dois fingem não saber como é para fazer e a demônia burra pra caramba, vai mostrar para eles como se faz, subindo no lugar, João e Maria, que diferente da demônia, não são burros, pegam a demônia e a amarram, rapidamente cortando a garganta dela, fugindo depois levando o dinheiro e a carroça do casal de demônios.




Um comentário:

José Otávio Medeiros disse...

Hehehe demônia burra :3, e crianças inteligentes de mais :) .

Postar um comentário