segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Bem Amadas

 
 
O título original, Les Bien-Aimés (Bem-Amados) abrange tanto homens quanto mulheres, e torna a ironia do ser “bem-amado” algo universal, não apenas um capricho para mulheres delicadas que gostam de comprar sapatos.
 
Bem Amadas foi o filme de encerramento do Festival de Cannes 2011 e é agraciado com grandes estrelas do cinema europeu, como Ludivine Sagnier (de Swimming Pool) e Louis Garrel (de Um Verão Escaldante), o atual galã do cinema francês e ator-assinatura de Honoré. A nova película conta também com a presença do diretor de Estranho no Ninho e Amadeus (vencedor do Oscar de melhor filme em 1984), Milos Forman, que desta vez só atua, e a símbolo sexual dos anos 1960, Catherine Deneuve, que recentemente esteve na comédia francesa Potiche: Esposa Troféu. E por último, e não mesmo importante, sendo uma das protagonistas, Chiara Mastroiani (filha na vida real de Marcelo Mastroiani e Deneuve).
 
O diretor francês Cristophe Honoré é um dos mais cultuados cineastas franceses da vanguarda atual pós nouvelle vague: seu cinema é de autor. Responsável pela direção do elenco, ele também redige o roteiro das tramas, que geralmente abordam a temática do amor e de todas as ilações que um sentimento tão difícil de ser abordado e de se definir possui. Pelo menos quando não se tenta explicar em maneira simples e óbvia, e certamente esta não é a pretensão de Honoré em seus filmes. Por conta disso, seus longas são bastante peculiares, únicos, podendo ser inclusos no gênero Cult, ainda mais quando se utiliza musicais ao longo da projeção. Para o bem ou para o mal de quem o assiste, é, de fato, inovadora a sua maneira de contar uma história.
 
O amor, sempre ele. Entre covardes e corajosos, quem há de viver sem olhar para trás? O cineasta francês Christophe Honoré tem uma queda por amores desbragados, alheios a obstáculos comuns.  Em Bem Amadas,  tudo é muito colorido na observação daquilo que nasce fortuitamente entre duas pessoas. Madeleine, linda vendedora de sapatos e prostituta nas horas vagas, encontra o tcheco Jaromil durante um programa. A história deles, feita de encontros e desencontros, idas e vindas, desenrola-se entre a reprimida Tchecoslováquia e a Paris dos enamorados. A traição será estopim da separação, rompimento não suficiente para sufocar algo teimoso em sobreviver, mesmo à distância e ao novo casamento de Madeleine.
 
Bem Amadas move-se cronologicamente dos anos 1960 aos tempos atuais. Nestes, acompanhamos especialmente Véra, a filha do casal. A bela interpretada por Chiara Mastroianni é emblema da nossa era de carentes, perdida entre anseios e possibilidades. Sofre apaixonada por alguém que não pode corresponder-lhe, consolada pela mãe. As dificuldades afetivas da jovem servem para sublinhar o caráter dos relacionamentos de hoje, mais crus e cínicos.
 
Bem Amadas (Les Bien-Aimés)
Direção: Christophe Honoré
Roteiro: Christophe Honoré
Elenco: Chiara Mastroianni, Catherine Deneuve, Ludivine Sagnier, Louis Garrel, Milos Forman, Paul Schneider, Radivoje Bucvik, Michel Delpech, Omar Ben Sallem, Dustin Segura-Suarez
Duração: 139 minutos
 



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário