segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Teeth


Dawn O’Keefe é uma colegial e parte de um grupo de jovens cristãos unidos pela abstinência sexual. O que ela ainda não sabe, é que ela na verdade tem um trauma causado por uma experiência infantil com a sua "vagina dentata". Posteriormente, Dawn terá uma experiência sexual com um garoto do mesmo grupo, que a leva para uma caverna à beira de um lago. A menina fica confusa e nervosa e pede para ele parar, mas o garoto força-se para dentro de Dawn. Obviamente, um desastre acontece.

O resto do roteiro vai bem e entretém. O filme lida com uma idéia de evolução. Os dentes da vagina da garota seriam uma evolução da mulher, um mecanismo de defesa contra estupros, pois só são ativados quando a relação não é consensual. Mais tarde, quando ela fica mais consciente de seu "dom", os dentes são ativados por sua vontade propria. Idéia, claro, completamente fantasiosa sobre evolução humana. Outra idéia irreal é o personagem do irmão postiço de Dawn: ele faz o completo vilão-malvado-revoltado-roqueiro-violento e tem dos sentimentos mais estranhos por sua meia-irmã.

O filme foi prestigiado no festival de Sundance com o Grande Prêmio do Juri para a atriz principal Jess Weixler. Misturando horror e comédia, com certeza é um filme divertido e inovador.






Nenhum comentário:

Postar um comentário