terça-feira, 24 de maio de 2011

Filme: Sucker Punch


Durante os anos 1960, uma garota de aproximadamente 20 anos é internada em uma instituição mental (Lennox House) por seu perverso padrasto (Gerard Plunkett). Ele então subordina Blue Jones (Oscar Isaac) o dono da instituição a forjar a assinatura de Dr. Vera Gorski (Carla Gugino), para que Babydoll passe por uma lobotomia dentro de cinco dias. Assim ela não informaria as autoridades sobre as verdadeiras circunstâncias que levaram a morte de sua irmã e nem recuperar a fortuna de sua mãe recentemente falecida. Durante esse tempo, a moça começa a imaginar uma realidade alternativa, em que precisa roubar cinco objetos para fugir de um homem desprezível.

Apesar da maior parte da ação de Sucker Punch – Mundo Surreal (Sucker Punch) se passar no interior da mente de uma garota traumatizada, o que vislumbramos lá dentro são elementos muito apelativos ao imaginário masculino. O elenco é formado por belas atrizes que sempre trajam roupas que deixam à mostra pernas, cinturas e decotes. Para completar, as beldades estão sempre em missões cheias de tiroteios e batalhas corporais.

As missões são frutos da imaginação da protagonista Babydoll e contemplam alguns dos gêneros cinematográficos mais apreciados pelos homens: guerra, fantasia medieval e ficção científica. A estrutura do roteiro pode ser entendida como um musical másculo, porque no lugar das cenas de cantoria e dança o que se tem é muita pancadaria.

Por se tratar de uma direção de Zack Snyder, as sequências de ação são um espetáculo visual regado a muitos efeitos visuais e câmera lenta.
Dr. Gorski é a instrutora de dança das meninas e é ela que informa Babydoll que ela iria ser vendida para um cliente chamado "The High Roller" (Jon Hamm). Gorski incentiva Babydoll a fazer uma dança erótica, durante a qual ela entra em uma de suas fantasiasa, sonhando que estava no Japão feudal, conhecendo o Wise Man (Scott Glenn). Depois de explicar a ele que queria sair dali o Wise Man apresenta a ela as armas que ela devia usar para conseguir escapar.

Ele diz a que ela precisa coletar cinco itens para uma fuga: um mapa, o fogo, uma faca, uma chave e um quinto, não revelado que exige "grande sacrifício". Antes de se separando, ele a instrui a "defender", e ela é confrontada por três samurais. A fantasia termina, e ela se encontra de volta ao bordel, sua dança impressionando os espectadores Blue e outros.

Inspirada por sua visão do homem sábio, Babydoll convence suas novas amigas a tentar uma fuga. Planejando utilizar sua dança como uma distração, enquanto as outras meninas obtém as ferramentas necessárias.

O título "Sucker Punch" não é explicado no filme. Zack Snyder disse que há dois sentidos: há um mecanismo no filme que aparece e passa despercebido. É plantada uma semente que volta no final do filme, ele acha que isso é o significado de Sucker Punch. Mas também você, o público, tem uma idéia preconcebida, da protagonista, você olha para Babydoll e acha que ela é inocente e doce, e que ela somente é capaz de uma certa quantidade de coisas. Mas eu acho que é um erro. Assim isso tem algo a ver com o título, também.
 
Sucker Punch é descrita por Snyder em "Alice no País das Maravilhas com metralhadoras". O primeiro filme ganhou atenção em março de 2007. Snyder colocou o projeto de lado para trabalhar em Watchmen primeiro.
 
A música desempenha um papel integral no filme. "Na história, a música é a coisa que os lança para estes mundos de fantasia", explica Snyder. Música passa a ser a espinha dorsal do filme. Eles usaram músicas reais para Sucker Punch que criar modos adequados. Sucker Punch: Original Motion Picture Soundtrack foi lançado em 22 março de 2011 por Watertower Music. O álbum da trilha sonora contém nove faixas, todas covers, remixes e mash-ups (como o site rótulo diz: "descontroladamente versões re-imaginada de canções clássicas") de faixas por Alison Mosshart, Björk, Queen, e performances de estrelas Emily Browning, Carla Gugino e Oscar Isaac.
 














 

Nenhum comentário:

Postar um comentário