segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

The Awesome Christian Bale



Christian Charles Philip Bale (30 de janeiro de 1974).  


Começou a chamar a atenção após sua atuação no filmeImpério do Sol de Steven Spirlberg, quando tinha apenas treze anos. A partir disso, passou a flertar com o cinema independente por muito tempo, e ganhou mais algum destaque por seu personagem em Psicopata Americano. Porém, os filmes que o tornaram mundialmente famoso foram Batman Begins,The Dark Knight e The Prestige.


Para cada dez atores mirins que, quando adultos, não conseguem continuar sua carreira, existe um Christian Bale. O menino escolhido pessoalmente por Steven Spirlberg,  para estrelar Império do Sol cresceu e se tornou um dos talentos mais respeitados e um dos homens mais desejados de Hollywood.


Bale, claro, prefere escorar-se mais no talento que na beleza física. Ambos ele herdou da mãe (uma bailarina) e dos avôs (que também eram atores). Estimulado pelo ambiente intelectual desde criança, Bale desenvolveu uma eterna paixão pela literatura (é leitor inveterado até hoje) e pelos palcos.


Estreou cedo no teatro, aos dez anos, ao lado do comediante Rowan Atkinson (o Mr. Bean), emThe Nerd. No mesmo ano, conseguiu seu primeiro papel na telinha: um comercial de cereais matinais. Depois, participou da minissérie Anastasia: The Mystery of Anna.


Império do Sol recebeu críticas pesadas, mas todas faziam ressalvas quanto à impressionante atuação de Bale como um jovem preso em um campo de concentração japonês. A fama trouxe convites para novos projetos, mas também tornou sua vida atribulada demais para um garoto de apenas 13 anos. Era horrível, diz Bale. Eu quase chorava durante as entrevistas e queria sair correndo das coletivas de imprensa, dizendo que ia no banheiro ou algo assim.


Bale também mostrou imensa dedicação para aprofundar-se o máximo possível em seus papéis. Seu ingresso para o refinado mundo do cinema adulto ocorreu com o musical Extra!Extra!, para o qual fez questão de aprender a cantar, dançar e, ainda mais difícil, falar com sotaque americano. Desde então, Bale desenvolveu uma improvável habilidade para mimetizar foneticamente qualquer sotaque e faz questão de variá-los a cada filme.


Todos os filmes, porém, mostraram-se mais recompensadores para Bale no nível de satisfação pessoal do que em termos de dinheiro ou popularidade. Quem duvidava que o ator conseguiria se consolidar como um grande ator adulto teve de calar-se quando a atriz Winona Ryder o escolheu pessoalmente para o papel de Laurie, em Adoráveis Mulheres. O filme foi enorme sucesso de público e crítica e, além de permitir que Bale contracenasse com Ryder, Susan Sarandon e Kirsten Dunst, garantiu-lhe projeção internacional que não via desde Império do Sol.


Em 1995, Bale participou de outro grande sucesso, emprestando sua voz para um dos personagens do desenho animado Pocahontas da Disney. No ano seguinte, participou de O Agente Secreto, ao lado de Gérard Depardieu, Patrícia Arquette, Robin Williams e Bob Hoskins e amargou mais um papel coadjuvante em um filme de época em Retrato de uma Mulher, com Nicole Kidman.


Em Metroland, conseguiu seu primeiro papel principal em anos, ao lado da conterrânea Emily Watson. Bale interpretou um pai de família que vivia imerso em nostalgia e melancolia – traços de sua atuação que lhe asseguraram elogios rasgados da crítica. O filme só foi lançado nos EUA em 1998, batendo de frente com outro aclamado projeto de Bale, o drama musical Velvet Goldmine.

Em torno dessa época, Bale já contava com uma verdadeira legião de fãs femininas histéricas, auto-proclamadas Bale-heads. Claro que as meninas ficaram chocadas ao ver Bale beijando Ewan McGregor em Velvet Goldmine. Mesmo assim, a adoração persistiu, levando a revista EW a nomeá-lo uma das oito figuras mais cultuadas na internet na década de 90.


Bale daria mais motivo para ser cultuado ao gravar cenas completamente nu no bucólico Sonhos de uma Noite de Verão, sua segunda adaptação de William Shakespeare. Bale voltaria a exibir o corpo escultural em Psicopata Americano, mas não antes sem se envolver em uma disputa pelo papel do assassino Patrick Bateman com Leonardo DiCaprio. A briga chegou a ganhar as manchetes do jornal, mas valeu a pena, pois Psicopata Americano, baseado no romance de Brett Easton Eliis, tornou-se seu mais polêmico e conhecido filme até hoje.


Talvez influenciados por sua persona vilanesca, em 2000 os produtores do filme de ação Shaft o escalaram como Walter Wade Jr., um rico assassino que se associa a um traficante de drogas para eliminar de vez o policial vivido por Samuel L. Jackson. No mesmo ano, Bale anunciou seu casamento com Sibi Blazic, para infelicidade das Bale-heads no mundo todo.


Em 2004, Chris alavancou sua carreira mais uma vez com o sucesso "O Operário", filme em que Bale teve que pesar 40 Kg, para viver o personagem. Mas nos últimos anos está sendo muitos mais lembrado pela sua versatilidade como ator, e ainda fez dois conhecidos personagens: Batman e John Connor (O Exterminador do Futuro 4: A Salvação).


Quando não está gravando, Bale vive em Londres, com a esposa, dois cachorros (Mojo e Ramone) e três gatos (Miriam, Molly e Lilly).


Recentemente Christian Bale teria confrontado sua mãe após ela insultar sua mulher, segundo informou o jornal inglês Daily Mail. Bale foi preso após recebeu uma acusação de agressão feita sua mãe e irmã.


Fontes próximas ao ator afirmaram que ele "perdeu a cabeça" após Jenny Bale (mãe) dizer "coisas ultrajantes". Ao sair da prisão, após pagar fiança, Bale negou a acusação. Sua porta-voz nos Estados Unidos, Jennifer Allen, falou com a imprensa que "Christian Bale compareceu a uma delegacia de polícia em Londres, de maneira voluntária, para esclarecer uma alegação feita por sua mãe e irmã".


A representante do ator disse ainda que "Sr. Bale, que nega a acusação, cooperou no depoimento, deu sua versão dos eventos em questão, e deixou a delegacia sem que qualquer acusação formal fosse feita pela polícia".


Entretanto, segundo o Daily Mail, uma fonte diz que Bale está confiante de que não fez nada de errado, e culpa sua mãe. Ele afirma ainda que o astro se tornou deprimido após a morte de seu colega de elenco Heath Ledger, que interpreta o personagem Coringa, morreu em janeiro deste ano de overdose acidental.


"Christian estava estressado, mas ele não encostou um dedo em ninguém. Em vez disso, ele perdeu a cabeça e xingou sua mãe. Ele só ficou muito bravo, porque sua mãe estava falando coisas ultrajantes sobre ele e sua esposa".


A fonte diz ainda: "A atitude do Christian é culpa de sua mãe, porque ela o provocou muito na briga que estavam tendo". "A situação saiu do controle e ele agora ele só deseja conseguir sair do quarto do hotel".


De acordo com a publicação, o ator não consegue ir para lugar nenhum por conta do "exército de fãs e paparazzi".


 O incidente ocorreu justamente quando o casamento de Bale com Sandra 'Sibi' Blazic, um ex modelo e maquiadora, está enfrentando dificuldades. "Ele estava nervoso com o casamento", afirmou a fonte. "Ele pode ter um péssimo temperamento. E ao invés de descontar o estresse em sua mulher, ele é capaz de descontar em qualquer outro".


“Seu casamento não é perfeito, mas seu relacionamento com sua mãe é ainda mais problemático. Eles irão precisar de um tempo para relaxar, porque a mãe de Christian disse coisas horríveis para ele", finalizou a fonte.


Sandra 'Sibi' Blazic, que é casada com Bale há oito anos, estava a seu lado na estréia do Batman - O Cavaleiro das Trevas, que também recebeu as co-estrelas Michael Caine, Maggie Gyllenhaal e Aaron Eckhart.

O ator tornou-se mais uma personalidade de Hollywood a protagonizar uma polêmica nos bastidores de um set de filmagem, ao insultar um colega de elenco durante as gravações de "O Exterminador do Futuro: A Salvação”.


Bale ficou irritado quando o diretor de fotografia do filme, Shane Hurlbut, interrompeu acidentalmente a gravação de uma cena chave.


O ator britânico mandou-o sair do set, e, apesar de Hurlbut ter se desculpado, Bale respondeu e disse que ele não deveria pedir desculpas e que pensasse um segundo antes de fazer as coisas.


"Eu interrompo quando você acerta as luzes?", continuou gritando Bale, dentro de um incidente gravado em áudio e que durou quase quatro minutos. A discussão vazou na Internet na segunda-feira, e, nela, é possível escutar 37 vezes a palavra "fuck".


O episódio causou impacto na indústria, serviu como objeto de paródias no YouTube e abriu o debate: esse foi um caso de absoluta falta de educação ou de uma discussão tirada do contexto? Aparentemente, Bale, no momento, se encontrava em frente à atriz Bryce Dallas Howard para gravar uma das cenas fundamentais do novo filme quando Hurlbut passou por trás da protagonista e desconcentrou o intérprete.

Um dos produtores do longa, Bruce Franklin, já saiu em defesa do astro, destacando que Bale era um "profissional consumado", a quem a intensidade acabou atrapalhando.


"Era a cena mais emotiva do filme", disse Franklin. "E o interromperam na metade (...). Não estava assim o dia inteiro, foi só nesse momento e passou", acrescentou.













































3 comentários:

s.cardoso_loka disse...

NOOOOOSSA, CARAMBAAAA !
QUE BLOG PERFEEEEEEEEEEEEITO *-*
AMEEEEI AS FOTOS DOO CHISTIAN BALE .. !
HOOHOHOH'
Tá de Parabéens .. !

pomme disse...

what a beautiful ass!

Anônimo disse...

Amei essa matéria!Sou louca pelo Cristian Bale!

Postar um comentário